Receitas

Pipoca do bem!


Para você saber - e assim não morrer de raiva quando grudarem nos seus dentes - as substâncias protetoras da saúde estão na casca, aquela capa que teima em ficar agarrada na boca. E, se o milho que levar para casa der origem a uma pipoca naturalmente amarela ou creme, bingo! Sinal de que a parte fofinha do alimento é ainda fonte de carotenoides - substâncias que atuam como antioxidantes e, no corpo, são convertidas em vitamina A.

 

Na casca da pipoca também estão doses generosas de fibras, substâncias que contribuem para a formação do bolo fecal (em conjunto com o aumento do consumo de água). O melhor é que o papel das fibras não fica restrito apenas a dar um empurrão ao funcionamento do intestino. Elas também são reverenciadas por tornar a digestão mais lenta, prolongando assim, a sensação de barriga forrada - uma vantagem e tanto para quem quer derrubar o ponteiro da balança. 

 

Já na parte fofa e geralmente branca da pipoquinha fica guardado outro aliado do organismo: o amido resistente, um tipo de carboidrato. Ele passa praticamente intacto pelo aparelho digestivo, só no intestino grosso é que micro-organismos da flora o transformam em ácidos graxos de cadeia curta - substância que deixa a área mais ácida, favorecendo a proteção contra células cancerosas e a maior proliferação de uma flora de bactérias "positivas" à saúde.

 

Para fazer pipoca sem gordura, já que ou preparamos com a panela cheia de óleo ou usamos as de microondas cheias de gordura trans/gordura vegetal HIDROGENADA e aromas artificiais (tipo de manteiga), veja:

 

OPÇÃO 1: pegue um saco grande de padaria (aquele de pôr pão) e coloque 1/2 xícara (chá) de milho para pipoca. Feche o saco, apertando e torcendo bem a ponta (deixe ar dentro do saco) e leve ao microondas. Aperte o botão pipoca (se não tiver o botão pipoca, selecione 3 minutos em potência alta). Se ainda estiver estourando deixe mais, se houver mais de 3 segundos entre os estouros, desligue antes. Retire o saco do microondas e abra com muito cuidado por causa do vapor quente que se forma. Polvilhe sal a gosto e sirva.

OPÇÃO 2: 1/2 xícara de milho (orgânico de preferência); 1/4 xícara de água; sal a gosto.
Coloque em uma travessa de vidro própria para microondas e mexa (lembre-se que não pode ser pequena pois a pipoca rende).
Cubra com filme plástico e coloque no microondas por 10 minutos em potência alta (pode variar o tempo dependendo do aparelho, fique atento na hora que parar de estourar para não queimar).


Dica: como a pipoca fica bem sequinha, ao salpicar sal ele não "fixa" na pipoca, então ao invés de usar sal você pode fazer um salmoura (mistura de água e sal) e borrifar à certa distância, assim precisará de menos sal para deixá-la "salgadinha".

Uma xícara de chá equivale a uma porção de carboidrato, rico em fibras, podendo substituir os pães, biscoitos e até o crouton da salada.

 

Por Mdemulher e Lucilia Diniz, adaptado por Grazi Caproni - nutricionista Ciclo Novo.



Compartilhe:




EM DESTAQUE


ENTRE EM CONTATO

NEWSLETTER

Preenchendo seus dados você estará autorizando o recebimento de informações exclusivas da Ciclo Novo como dicas, receitas etc. Além de informações periódicas sobre serviços, eventos e notícias que possam lhe interessar.

COPYRIGHT ©CICLO NOVO 2014 | E-mail: contato@ciclonovo.com.br
"As informações oferecidas por este site não são individualizadas, portanto não substituem as orientações personalizadas de seu médico, nutricionista, psicólogo e personal trainer, mas sim as complementam."