Reeducação

Comer normalmente: o que isso significa?


Há algum tempo a comida foi reduzida a manipuladora do peso e forma corporal, infelizmente. Isso quer dizer que quase sempre quando se fala em comida as pessoas pensam se ela engorda ou emagrece, faz ganhar gordura ou músculos, se é “comida de dieta” ou “gordice”...

Esse jeito de pensar a alimentação é simplesmente reducionista. É como olhar para um quadro bonito e se fixar apenas na sua moldura.

A comida é tão plural, com tantos símbolos, funções e repercussões que é praticamente impossível comer normalmente** se a comida e o comer forem diminuídos à apenas alterações no peso e forma física.

Felizmente comer normalmente pode fazer muito mais pelas pessoas do que alterar o peso / forma física:
dar energia e disposição; melhorar o humor e concentração (tente prestar atenção em algo estando com fome!!); proteger contra doenças; envelhecer melhor, não só mais bonita(o), mas com mais qualidade de vida; tornar-se mais saudável (a saúde é um recurso para a vida diária, e não um objetivo de vida. Sem saúde ficamos limitados a realizar muitas coisas..).

Aproveitar melhor o alimento trata-se de ficar mais relaxado (no sentido de “sem neuras” e não no sentido de “descuido”) perante a comida e aí as coisas começam a equilibrar-se. Pense como um “relacionamento com a comida”, pois é exatamente isso! Se toda vez que você se encontrar com o parceiro(a) - (a comida) e ficar muito ansioso, por exemplo, as chances desse relacionamento ficar tranquilo, dar certo e fluir são muito baixas. Só que se esse relacionamento não der certo, o grande ponto é que não podemos nos “divorciar” - pois a comida continuará na sua vida e vai estar enquanto estivermos vivos.
Então o melhor jeito mesmo para viver mais em paz é melhorar esse relacionamento, ser mais flexível, vigiar e zelar sem tornar-se um "ciumento neurótico", comer sem culpa e aproveitar a comida, sentir seu sabor, degustar ao invés de engolir, perceber seu cheiro, separar um tempo para ela...

**O que é "comer normalmente" pra você? Se faça essa pergunta!!

Comer normalmente é ser capaz de comer quando você está com fome física, estômago "roncando" e continuar comendo até você ficar satisfeito. É ser capaz de escolher os alimentos que você gosta e comê-los até aproveitá-los suficientemente – e não simplesmente parar porque você acha que deveria. Comer normalmente é ser capaz de pensar um pouco para selecionar alimentos mais nutritivos para o SEU corpo, mas sem ser tão preocupado e restritivo a ponto de não comer os alimentos mais prazerosos. É comer algo que não lhe cai bem pois tem vontade, para sentir as reações indesejadas e pensar melhor numa próxima vez. Comer normalmente é, na maioria das vezes, fazer três, quatro ou cinco refeições por dia, ou deixar a sua fome guiar quantas vezes vai comer ao longo do dia - voltar a ouvir esses sinais naturais que estão "abafados" por hábitos ruins a longo prazo. É também deixar de comer algum pedaço de bolo porque você pode comer mais amanhã ou então comer mais agora porque ele é maravilhoso enquanto ainda está quentinho. Comer normalmente é comer em excesso às vezes e depois se sentir estufado e desconfortável. Também é comer pouco, desejando ter comido mais. Comer normalmente é confiar que seu corpo conseguirá corrigir os ‘erros’ da sua alimentação, pois você cuida dele para que fique cada dia mais equilibrado podendo trabalhar com eficiência. Comer normalmente requer um pouco do seu tempo e atenção, mas também ocupa o lugar de apenas uma área importante, entre tantas, de sua vida.

Resumindo, o “comer normalmente” é flexível. Ele varia em resposta às suas emoções, sua agenda, seus objetivos, sua fome e sua proximidade com a comida, com você e seus sentimentos.

Pense nisso!

Abço nutritivo, magrinho e feliz!

Por Cézar Vicente Junior - adaptado.
 



Compartilhe:




EM DESTAQUE


ENTRE EM CONTATO

NEWSLETTER

Preenchendo seus dados você estará autorizando o recebimento de informações exclusivas da Ciclo Novo como dicas, receitas etc. Além de informações periódicas sobre serviços, eventos e notícias que possam lhe interessar.

COPYRIGHT ©CICLO NOVO 2014 | E-mail: contato@ciclonovo.com.br
"As informações oferecidas por este site não são individualizadas, portanto não substituem as orientações personalizadas de seu médico, nutricionista, psicólogo e personal trainer, mas sim as complementam."