Dicas Valiosas

Bebida alcóolica e emagrecimento: combinam?!


http://3.bp.blogspot.com/-s19yZypK0ko/TdmTd9-QpzI/AAAAAAAAQKA/NObA4oNQ4rI/s1600/Barriga%2Bde%2Bcerveja.JPG

 

A rota do álcool pelo corpo: depois de passar pelo estômago e pelo intestino, ele é absorvido, caindo na corrente sanguínea. Daí aporta no fígado, onde é metabolizado. Ou seja, graças à ação de enzimas, ele se transforma em outros compostos para que o organismo o elimine.

Dentro do corpo, o etanol muda de nome e de fórmula. Primeiro, ele vira acetaldeído — substância tóxica que provoca alguns sinais indesejados do porre, como náuseas. Em seguida, torna-se acetato. Por fim, após incontáveis reações químicas, converte-se em água e gás carbônico, saindo do corpo pela urina, pelo suor e até pela respiração. No caso de uma pessoa de 70 quilos, uma lata de cerveja demora de uma a uma hora e meia para ser totalmente metabolizada. Nessa viagem, cada grama de álcool produz 7 calorias. Mas são calorias vazias, porque o álcool em si não fornece nutriente algum.

Enquanto um grama de carboidrato concentra 4 calorias, a mesma quantidade de álcool possui sete. Para ter uma ideia, a ingestão de um copo de caipirinha (200 ml) equivale a uma fatia de pizza de mussarela.  Cada tulipa de chope contém 130 calorias, o mesmo que um pãozinho francês! Em quantidade calórica, o álcool só perde para as gorduras. Além disso, a bebida interfere no metabolismo dos alimentos. O corpo leva de seis a oito horas para eliminá-la dependendo da dose. Nesse período, o organismo dá prioridade ao álcool na obtenção de energia para as atividades cotidianas. Assim, as outras substâncias ingeridas no período tendem a se transformar em gordura.

 

 A questão do limite

Como você já deve imaginar, o perigo é promover uma enchente etílica no organismo. Mas qual seria o limite para fisgar apenas o seu bem-estar? Qual a dose ideal para fazer a saúde fluir mas evitar que o rio transborde? A resposta é relativa. Embora a própria OMS – Organização Mundial da Saúde, como demonstrado no complemento "Qual a dose certa?", defina uma quantidade máxima por dia, os médicos fazem ponderações sobre tal recomendação. "É arriscado afirmar que essas medidas valem para todas as pessoas", ressalva o psiquiatra Danilo Baltieri, coordenador do Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas do Hospital das Clínicas de São Paulo. Ora, cada um reage de um jeito à bebida. Tudo depende, por exemplo, do peso do indivíduo e da sua capacidade de processar o álcool.

Não existe, assim, um conceito claro e objetivo do que é beber com moderação. Cada um define por moderação aquilo que lhe convém ou que, baseado na própria experiência, não lhe faz mal. Aliás, se a própria vida ensina o limite para o álcool — e isso não significa que se deve parar apenas quando a tontura ou o êxtase se anunciarem —, há certos conselhos para aliar destilados ou fermentados a uma saúde em ordem. Vamos lá: beba pouco, devagar, e sempre de barriga cheia. Nunca coloque a bebida como prioridade. E sempre acompanhe com muitaaa água!

Veja abaixo as calorias de algumas bebidas:

Bebidas

Calorias

Cerveja - lata 355 ml

150 cal

Chopp - tulipa 300 ml

130 cal

Cerveja light ou sem álcool 300 ml

75 cal

Caipirinha com açúcar 100 ml

250 cal

Caipirinha com adoçante 100 ml

170 cal

Cachaça 50 ml

115 cal

Batida com leite condensado 200ml

350 cal

Champanhe - taça 125 ml

80 cal

Cuba libre com Coca Light

80 cal

Licor 30 ml

110 cal

Orloff Ice 290 ml

190 cal

Saquê 100 ml

130 cal

Uísque 50 ml

120 cal

Vinho tinto/branco doce 150 ml

210 cal

Vinho tinto/branco seco 150 ml

130 cal

Vodka 50 ml

120 cal


Quando se fala em bebidas alcoólicas e reeducação alimentar, temos que lembrar de quatro dicas essenciais: moderar, substituir, intercalar e diluir.

Moderar: A bebida alcoólica deve ser ingerida com moderação, esteja você em um processo de emagrecimento ou não. O álcool é uma substância psicoativa com potencial de causar dependência. Embora quantidades pequenas de álcool podem até ser benéficas para a saúde, seu uso frequente e excessivo causam doenças gástricas, nutricionais, neurológicas e hepáticas.

Substituir: Em coquetéis em que é adicionado o açúcar o agravante é ainda maior para quem está em controle alimentar O ideal é substituí-lo por adoçante. Evite acrescentar leite condensado às batidas, pois é rico em açúcar e gordura. Troque por iogurte desnatado: também fica gostoso e com muitas calorias a menos.

Intercalar: tente sempre intercalar as bebidas alcoólicas com água. Tome bastante água antes de começar a bebida alcoólica, assim você evita matar a sede com esta bebida.

Diluir: Use gelo para diluir o uísque ou a caipirinha. Coquetéis mais leves como o mojito (rum, sprite zero, hortelã e limão), cuba libre (rum, coca light e limão) e até mesmo uma mistura de clubsoda light e meia taça de vinho também são melhores opções no cardápio de quem quer emagrecer e consumir alguma bebidinha de vez em quando.

 

"Porque ninguém é tão bom quanto todos nós juntos!"

Corpo Novo: uma escolha simples!

 



Compartilhe:




EM DESTAQUE


ENTRE EM CONTATO

NEWSLETTER

Preenchendo seus dados você estará autorizando o recebimento de informações exclusivas da Ciclo Novo como dicas, receitas etc. Além de informações periódicas sobre serviços, eventos e notícias que possam lhe interessar.

COPYRIGHT ©CICLO NOVO 2014 | E-mail: contato@ciclonovo.com.br
"As informações oferecidas por este site não são individualizadas, portanto não substituem as orientações personalizadas de seu médico, nutricionista, psicólogo e personal trainer, mas sim as complementam."